EMBAIXADA DA LÍBIA EM BISSAU CONSIDEROU DE “CAMPANHA POLÍTICA INTERNACIONAL” AS DENÚNCIAS DE ABUSO SOBRE OS EMIGRANTES

Em conferência de imprensa, Fati El Tabawi, Encarregado de Negócios da Embaixada da Líbia na Guiné-Bissau, disse que mesmo que se comprovem os relatos de maus tratos e outras práticas divulgados em imagens pelo canal de televisão norte americano CNN contra emigrantes clandestinos ou ilegais,  não deixarão de ser “actos isolados” perpetrados por bando de criminosos e não um assunto de estado.

Para o Diplomata, tais práticas são inaceitáveis pois não coadunam com os ensinamentos do Islão e contrariam em tudo a cultura e a tradição do povo líbio.

Por esta razão, disse El Tabawi, o Presidente do Conselho de Estado da Líbia deu instruções  às forças de segurança para proceder a averiguação dos factos e conduzir os responsáveis por esta atrocidade a justiça.

De acordo com este responsável da Embaixada líbia em Bissau, o governo do seu país terá inclusive já pedido a ajuda da comunidade internacional  no sentido de combater este perigo e procurar uma solução mais adequada à questão de emigração clandestina.

Relativamente a situação dos guineenses na Líbia, Fati El Tabawi disse estar em contacto permanente com as autoridades nacionais mas que até ao momento desconhecia a existência de qualquer cidadão guineense que tenha sido vítima de maus tratos dos traficantes.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − cinco =

Loading Facebook Comments ...
Google+
Geba PRESS Contacte-nos contact@gebapress.com
Olá caro visitante! Envie-me uma mensagem e você terá a minha resposta.
Send
MENU