A ANP ACUSA O PGR DE ESTAR A ACTUAR À MARGEM DA LEI

Em resposta à nota de imprensa do Ministério Público datada de 1 de Dezembro em que, entre outros assuntos, o Procurador Geral da República  advertiu a ANP a “cumprir a letra” o prazo fixado pela PJ na sua última correspondência para a entrega dos documentos solicitados no âmbito de um inquérito à aquele Órgão de Soberania  sobre uma suposta prática de facilitação à migração clandestina, o Gabinete de Assessoria de Imprensa da ANP acusa o novo PGR de violação do segredo de justiça, usurpação das competências do governo e atuação à margem da lei.

 

Eis o comunicado da ANP

Redação Geba Press

Editorial GebaPress equipe

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + quinze =

Loading Facebook Comments ...
Google+
Geba PRESS Contacte-nos contact@gebapress.com
Olá caro visitante! Envie-me uma mensagem e você terá a minha resposta.
Send
MENU